(Foto: Pri Ferraz)

O Buscador (também chamado de Eremita) é um peregrino que guarda dentro de si um desejo constante de ir além. A lanterna que ele carrega é a luz do conhecimento e da inspiração. Seu bastão simboliza a mente, o aprendizado e o ensino.  Já sua lâmpada, naturalmente, ilumina e dissipa as trevas da ignorância.

Este caminho representa a busca pela sabedoria, mas não por qualquer uma: pela Sabedoria dos Anciãos. Aqui, você é incentivado a estudar, a meditar, a aprender com as experiências dos antigos, e, principalmente, a procurar conhecimento com algo acima da sua mente consciente e seus livros.

Lembre-se que certas coisas não podem ser simplesmente ensinadas, elas precisam ser vividas na pele, em uma jornada individual, por vezes solitária, e profunda de cada um.

O Buscador aprende vivendo e indo adiante para descobrir sempre mais. Ele é dois ao mesmo tempo: ao passo que busca a luz do entendimento, leva a luz e clareia a estrada por onde anda. Ou seja, por ser um eterno aprendiz, ele se torna um mestre.