Você já parou para analisar o que a sua carta de Tarot favorita diz sobre você e sua personalidade? E a carta que você menos gosta, já parou para refletir como ela também fala sobre seus medos e aflições?

Pois é! Esta também é uma forma simples e rápida de usar o Tarot como ferramenta de autoconhecimento e autodescoberta. <3

Além disso, você vai reparar que, ao longo do tempo, essas cartas preferidas e “odiadas” vão mudar. Isto porque o Tarot é um espelho das nossas emoções, sentimentos, anseios e desejos naquele momento em que o abrimos.

Então, para seguirmos adiante nesse estudo maravilhoso dos arcanos, é importante estamos dispostos, antes de mais nada, a olharmos o nosso próprio reflexo.