(Foto: Pri Ferraz)

A Lua é repleta de encantos e mistérios. Ela é fascinante e não é à toa que muitos de nós a reverenciamos, contemplamos e sentimos seu magnetismo. Mãe da Terra, temos a Lua como uma avó amorosa e acolhedora. No entanto, no Tarot das Bruxas, seu significado vai muito além deste simples olhar.

Este arcano simboliza a evolução física que vem através do abrir e fechar de ciclos. Assim como A Lua, a vida possui suas fases, e cada uma delas – tanto as agradáveis como as difíceis – é necessária para darmos passos importantes rumo ao crescimento pessoal.

Todos os altos e baixos vêm para nos deixar mais fortes. E, quanto mais fortes somos, mais confiamos em nossos próprios instintos e intuição. A Lua é uma carta que convida ao resgate da natureza mais profunda e selvagem da nossa personalidade.

Ela traz à tona a necessidade de harmonia entre o ser humano e o ambiente no qual está inserido. Afinal, o que não se adapta às condições do meio não sobrevive, e muitas vezes nos vemos em situações nas quais ou somos o caçador ou seremos a presa.

Na carta, estão ilustrados o lobo (símbolo de selvageria) e o cão (que embora possua certa ferocidade, pode ser civilizado, leal e amoroso). Ambas as posturas são necessárias, ao longo da nossa jornada, para superarmos determinadas circunstâncias da vida.

Ao nos depararmos com A Lua, percebemos ainda sua estreita relação com a água: ela controla as marés e sua Atribuição Astrológica é Peixes. As águas, por sua vez, são uma ótima representação dos fluxos e do movimento contínuo.

Flua com a vida. Aceite suas fases. Aprenda com todas elas. Fortaleça-se.