A Força
(Foto: Pri Ferraz)

É preciso de força para agir com severidade, mas também para exercer a misericórdia. É fundamental que, além da força para punir, também exista aquela para perdoar. E é necessário força para ser firme, assim como para ser flexível.

Porque A Força se apresenta de várias maneiras, todas elas verdadeiras e essenciais. E utilizá-la é um ato que exige, sobretudo, equilíbrio. As forças ferozes e suaves que moram dentro de nós devem controlar e proteger umas às outras.

A ordem aqui é nos livrarmos de tudo o que é desnecessário: quantas vezes acabamos sendo tão rigorosos, e até mesmo rudes, para provar “que somos fortes”? Este caminho chama a atenção para a grande força que mora na tolerância, na compaixão e na compreensão.

Sobre a mesa, esta carta lembra ainda que devemos usar a nossa poderosa força de vontade para superar qualquer desafio – e, por ser uma carta positiva, ela reforça que somos capazes disso sim. No entanto, antes de dominar os obstáculos que surgem em nossa jornada, devemos domar nossos leões internos.

Use A Força. Tenha domínio sobre sua vida. Domine-se.